sexta-feira, 26 de novembro de 2010

dobraduras de natal







cartinhas de natal





















http://educacao-ale.blogspot.com/2010/11/cartinha-para-o-papai-noel.html

A história de papai Noel e do presépio


Papai Noel

Você sabe como surgiu a lenda do Papai Noel? Alguns acreditam que ela surgiu na Idade Média, quando a peste matou milhares de crianças. A lenda dizia que Noé, o mesmo que construiu a arca, teria pedido a Deus que o enviasse novamente à Terra, para que pudesse alegrar um pouco os pequeninos. Deus aceitou, e então Noé surgiu como o velho Noel distribuindo os bichinhos de sua coleção de animais para divertir a garotada.

Outra tradição conta que Papai Noel foi um bispo católico muito bondoso, chamado Nicolau, que viveu na no século 5. Cansado de ver o sofrimento de seu povo , especialmente das crianças, ele resolveu presentear a garotada com brinquedos e comida todo final de ano. Por isso, Papai Noel também é conhecido como São Nicolau, o santo das crianças, e seu dia é comemorado em 6 dezembro. O nome em inglês do Papai Noel, Santa Klaus, vem exatamente desse velhinho bonzinho.

  
Se depender do Papai Noel, o mistério vai continuar para sempre! Mesmo que não passe de uma lenda, ele simboliza a bondade e a alegria que a gente deve carregar no coração, durante o Natal e o ano inteiro!



A história do Presépio

Há muito tempo, em Groccio, na Itália, São Francisco de Assis estava com um problema. Ele não conseguia explicar para os camponeses como havia sido a noite do nascimento de Jesus. Foi aí que ele teve uma idéia genial: pegou um pouco de argila, e com muita paciência moldou vários bonequinhos de barro.

  
Primeiro, fez um bebê. Em seguida, o pai e a mãe. Mais argila e foram saindo três reis montados em camelos, alguns pastores, um boi, um burrinho e por fim um bela estrela! Depois, foi só arrumar tudo e pronto: São Francisco havia montado, no ano de 1223, o primeiro presépio do mundo!

Quando os camponeses viram a cena do presépio, eles ficaram muito curiosos: quem eram aqueles três reis montados em camelos? Aqueles pastores, o que faziam ali? E porque Jesus, o rei dos reis, havia nascido numa gruta? Foi então que São Francisco lhes explicou, tim-tim por tim-tim, o que cada uma daqueles bonequinhos representava

Menino Jesus



Os insetos, juntamente com os outros animais, também tinham ido à gruta de Belém para adorar o menino Jesus.
Para não assustar o recém-nascido, ficaram apenas olhando da entrada da gruta. Mas o menino Jesus fez um gesto com as mãozinhas rosadas, e os chamou. Então, eles correram para ele, cada um levando o seu presente… A abelha ofereceu-lhe doce mel, e a borboleta, a beleza das cores. Por sua vez, a formiga levou-lhe um grão de trigo, e a lagarta, um fio da mais fina seda.

A vespa, não sabendo o que oferecer, prometeu nunca mais dar ferroada em ninguém. A mosca ofereceu-se para velar o sono de Jesus, mas sem zumbidos desagradáveis…
Só um inseto bem pequenino não teve coragem de chegar mais perto, porque não tinha nada para oferecer ao menino. Então, ficou lá quietinho, tímido, parado na entrada da gruta, mas com uma vontade enorme de ir lá perto de Jesus e dizer-lhe que também o amava.
Mas, quando, com o coração triste e a cabeça baixa, já estava para dar a meia-volta e ir embora, escutou uma vozinha doce que o chamava:
- "Ei, você aí, pequeno inseto, por que não chega mais perto?" – perguntou Jesus.
Comovido, o inseto voou até a manjedoura e pousou na mãozinha do menino. Estava tão emocionado pela atenção recebida que seus olhos encheram de lágrimas. Uma delas deslizou, grossa e brilhante, e foi cair justamente na palma da mão direita do menino Jesus.
- Obrigado – disse a criança sorrindo. – É um presente muito bonito.
Naquele momento, um raio de luar que espreitava pelo buraco da gruta iluminou a lágrima.
- Pronto! Virou uma gotinha de luz… – disse Jesus. – De hoje em diante vai levar para sempre com você este raio luminoso. E seu nome vai ser vaga-lume…

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Cartinhas para jesus

Cartinhas para Jesus

Um jornal italiano publicou em sua edição eletrônica de fim de semana uma enquete muito divertida. Trata-se de opinar sobre o relacionamento das crianças italianas com o Menino Jesus. É uma amostra do que elas costumam escrever nas redações da escola, nas aulas de catecismo e em bilhetinhos de final de ano. Na Itália, o Papai Noel não toma conta do imaginário infantil.


************** ****************


 

"Querido Menino Jesus, por gentileza, mande-me um cachorrinho.

Eu nunca pedi nada antes, pode conferir".(Bruno)

"Querido Jesus, você é invisível mesmo ou é só um truque?" (Giovanni)


"Querido Jesus, na minha opinião, é impossível existir um Deus melhor do que você. Bom, eu só queria que você soubesse, mas estou te dizendo isso não é porque você é Deus".(Valerio)


"Querido Jesus, em vez de você fazer as pessoas morrerem e aí criar novas pessoas, por que você não fica com as que já tem?" (Marcello)


"Querido Jesus, se não tivesse acontecido a extinção dos dinossauros não ia ter lugar para nós, você fez muito bem." (Maurizio)


 

 "Querido Jesus, nós estudamos na escola que Thomas Edison inventou a luz. Mas no catecismo dizem que foi você. Pra mim ele roubou a sua idéia".(Daria)

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Imagens de atividades para natal


Cartinhas para Jesus

Um jornal italiano publicou em sua edição eletrônica de fim de semana uma enquete muito divertida. Trata-se de opinar sobre o relacionamento das crianças italianas com o Menino Jesus. É uma amostra do que elas costumam escrever nas redações da escola, nas aulas de catecismo e em bilhetinhos de final de ano. Na Itália, o Papai Noel não toma conta do imaginário infantil.

Escolha você também a sua frase preferida.

"Querido Menino Jesus, todos os meus colegas da escola escrevem para o Papai Noel, mas eu não confio naquele lá. Prefiro você".(Sara)


 

"Querido Menino Jesus, obrigado pelo irmãozinho. Mas na verdade eu tinha rezado pra ganhar um cachorro".(Gianluca)


 

"Querido Jesus, por que você não está inventando nenhum animal novo nos últimos tempos? A gente vê sempre os mesmos".(Laura)


 

"Querido Jesus, por favor ponha um pouco mais de férias entre o Natal e a Páscoa. No meio, agora está sem nada".(Marco)


 

"Querido Jesus, o padre Mário é seu amigo ou você conhece ele só do trabalho?" (Antonio)


 

"Querido Menino Jesus, por gentileza, mande-me um cachorrinho. Eu nunca pedi nada antes, pode conferir".(Bruno)


 

"Querido Jesus, talvez Caim e Abel não se matassem tanto se tivessem um quarto pra cada um. Com o meu irmão funciona".(Lorenzo)


 

"Querido Jesus, eu gosto muito do padre-nosso. Você escreveu tudo de uma só vez, ou você teve que ficar apagando? Qualquer coisa que eu escrevo eu tenho que refazer um monte de vezes".(Franco)


 

"Querido Jesus, você é invisível mesmo ou é só um truque?" (Giovanni)


 

"Querido Jesus, na minha opinião, é impossível existir um Deus melhor do que você. Bom, eu só queria que você soubesse, mas estou te dizendo isso não é porque você é Deus".(Valerio)


 

"Querido Jesus, em vez de você fazer as pessoas morrerem e aí criar novas pessoas, por que você não fica com as que já tem?" (Marcello)

 
 

"Querido Jesus, se não tivesse acontecido a extinção dos dinossauros não ia ter lugar para nós, você fez muito bem." (Maurizio)


 

"Querido Jesus, nós estudamos na escola que Thomas Edison inventou a luz. Mas no catecismo dizem que foi você. Pra mim ele roubou a sua idéia".(Daria)


 

http://coroinhassaomiguel.wordpress.com/2010/11/16/bilhetinhos-para-deus/

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Símbolos de natal

O significado dos símbolos do Natal:





O Natal é a data mais importante do calendário cristão, quando é celebrado o nascimento do Menino Jesus. Mas quando falamos sobre Natal, podemos abrir um leque de histórias, contos e tradições, que até hoje são transmitidas de geração a geração.

Para que sua festa fique ainda mais bonita e alegre, vamos contar um pouco sobre as histórias que existem por trás de alguns símbolos e enfeites natalinos, e vamos expor o que eles representam para esta época de harmonia e paz entre amigos e familiares.o nascimento do Menino Jesus. Mas quando falamos sobre Natal, podemos abrir um leque de histórias, contos e tradições, que até hoje são transmitidas de geração a geração.




Papai Noel ou São Nicolau:

Diz a lenda que São Nicolau era um homem muito rico e muito generoso. Conta-se que ele distribuía dinheiro aos pobres e presenteava as crianças que não tinham com o que se alegrar. Faleceu no dia 6 de dezembro, tornando este dia o Dia de São Nicolau. Esta data é muito lembrada e comemorada em alguns países do oriente, onde os pais ainda presenteiam seus filhos fazendo uma referência a São Nicolau. Por causa da proximidade de sua festa com a data do nascimento de Cristo, acabou-se transferindo lentamente a tradição de presentear as crianças para o dia 25 de dezembro. Os pais costumavam dizer que era São Nicolau quem trazia os presentes do céu. São Nicolau foi se tornando um símbolo natalino e o 1º Papai Noel reconhecido pelo mundo.






Velas:





"Eu sou a luz do mundo." As velas simbolizam a presença de Cristo Ressuscitado: a luz do mundo que veio para nos salvar.








Ceia de Natal:




A ceia significa que a nossa verdadeira vida é Cristo; o Filho de Deus que estamos festejando. É o momento em que a família se reúne lembrando a Ceia que Jesus fez com seus discípulos, onde ele próprio se dá a nós como alimento hoje, através da Eucaristia para cristãos.






Bolas de Natal:


As bolas coloridas que usamos para enfeitar o pinheiro, significam os frutos daquela árvore viva que é Jesus e, também, são os dons que o nascimento nos trouxe: as boas ações como o amor, o perdão, a verdade, a oração, a esperança, a fé, enfim, a docilidade à vontade do Pai.





A guirlanda:



A coroa ou guirlanda do advento é o primeiro anúncio do Natal, e sua cor verde é sinal de vida e esperança. E a fita vermelha é símbolo do amor de Deus para conosco e a expectativa da vinda do Filho de Deus que nasce no Natal. As velas acesas simbolizam nossa fé e alegria pelo Deus que vem nos iluminar.







Os reis magos e a estrela:



Os Magos vieram do Oriente à procura de Jesus e foram guiados por esta estrela até Belém. A estrela tem quatro pontas e uma cauda luminosa. As quatro pontas representam as quatro direções da terra: Norte, Sul, Leste e Oeste de onde vem os homens para adorar a grande luz que é o Filho de Deus. A cauda luminosa nos aponta o caminho para o Deus-Menino que nasce no Natal.







                                                             O presépio:

Em 1223, São Francisco de Assis montou o primeiro presépio de Natal para celebrar o nascimento de Jesus Cristo e interpretar a nossa vida a partir da dele. Portanto, o presépio representa a doutrina de Jesus que é: pobreza, simplicidade, fé, humildade, docilidade e a unidade da família.








                                                      A árvore:

A árvore é símbolo da vida, por isso nós a enfeitamos para receber

a verdadeira vida que é o CRISTO.Muitas histórias são contadas sobre a origem da árvore de Natal, mas tudo indica que sua origem é tipicamente alemã. Hoje, ela é um dos símbolos mais expressivos do Natal e as crianças aguardam ansiosas para ajudar os pais a enfeitá-la com flocos de algodão, fitas, luzes e bolas coloridas. Segundo a lenda, a árvore é a representação de Jesus, que é o tronco, e nós somos os ramos. As bolas e as luzes coloridas representam os frutos por ela produzidos, indicando a nossa caridade e generosidade.







Os presentes:



Quando gostamos de uma pessoa, nós a presenteamos. Assim Deus fez conosco, porque não apenas gosta de nós, Ele nos ama. Por isso, nos presenteia com o mais sagrado de todos os presentes: Seu Filho. Assim, a vida nos é dada.


http://patatitralala.blogspot.com/



Lenda da Árvore de Natal

 Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e animais e até as
árvores sentiram uma imensa alegria.
Do lado de fora do estábulo onde o Menino dormia, estavam três árvores: uma palmeira, uma oliveira,e um pequeno pinheirinho.
Todos os dias as pessoas passavam e deixavam presentes ao Menino.
- Nós também Lhe devíamos dar prendas! - disseram as árvores.
- Eu vou dar-lhe a minha folha mais larga - disse a palmeira - quando vier o tempo do calor ele pode abanar-se com ela e sentir-se mais fresco.
Então disse a oliveira :
- E eu vou dar-lhe óleo.Perfumados óleos poderão ser feitos a partir do
meu sangue.
- Mas que lhe poderei dar eu?
- Perguntou ansioso o pequeno pinheiro.
- Tu? Os teus ramos são agudos e picam - disseram as outras duas árvores -Tu não tens nada para lhe dar !
O pequeno pinheiro estava triste.Pensou muito,muito,em qualquer coisa
que pudesse oferecer ao Menino que dormia,qualquer coisa de que o
Menino pudesse gostar. Mas não tinha nada para lhe dar.
Então um anjo, que tinha ouvido a conversa toda , sentiu pena da arvorezinha que não tinha nada para dar ao Menino.
As estrelas estavam a brilhar no céu .Então o anjo, muito de mansinho, trouxe-as uma a uma cá para baixo, desde a mais pequenina à mais brilhante e colocou - as nos ramos pontiagudos do pinheiro. Dentro do estábulo, o Menino acordou . E olhou para as três árvores do lago de lá da gruta , contra a escuridão do céu.De repente as folhas escuras do pinheiro brilharam, resplandecentes, porque nelas as estrelas descansavam como se fossem elas.
Que lindo estava o pequeno pinheiro, que não tinha nada a oferecer ao
Menino...
E o Menino Jesus levantou as mãozinhas, tal como fazem os bebés, e sorriu para as estrelas e para aquela árvore que lhe iluminara a escuridão da noite. E desde então o pinheiro ficou a ser, para todo o sempre, a Árvore de Natal.
(História tradicional inglesa)

Estória de natal

HISTÓRIA DE QUATRO ANJOS e QUATRO VELAS



Há muitos anos atrás, a Terra era muito diferente do que é hoje. Os homens não sabiam construir casas e tinham que viver em cavernas muito escuras. Não sabiam plantar e nem cuidar da terra.

Deus se apiedou dos homens e chamou os Anjos para trazerem luz aos quatro cantos do mundo e avisarem que iria mandar seu Filho para alegrar os homens.

O 1º ANJO tinha asas azuis. Queria iluminar as cavernas e as grutas. Pediu ao Sol raios de luz para colorir as pedras preciosas.

Os gnomos até hoje usam esses raios de luz para colorir as pedras preciosas.

O 2º ANJO tinha as asas verdes. Saiu do céu bem cedinho, mas como voava devagarzinho, chegou na Terra ao entardecer. Os raios de luz que esse Anjo trouxe, deram cor e perfume às plantas. Ensinou aos homens como se deve plantar, deixar a terra bem fofinha para receber as sementes. Trouxe também a chuva e com ela lavou as pedras, encheu os lagos e fez os rios correrem mais rápido.

O 3º ANJO tinha as asas amarelas. Ele foi buscar os raios do Sol e, quando estava chegando na Terra, os animais viram aquela luz e se admiraram muitíssimo. O anjo contou aos animais que iria nascer uma criança muito especial e que todos deviam preparar-se para recebê-lo. Os pássaros fizeram músicas muito lindas. As borboletas coloriram suas asas. O vento levou a notícia por todas as partes.

O 4º ANJO tinha as asas vermelhas e queria tanto ajudar os homens que nem esperou para ser chamado. Foi rápido falar com Deus. Então recebeu uma luz especial que vinha do trono de Deus Pai. Essa luz, o 4º Anjo deveria colocar no coração de cada homem, cada mulher e cada criança, porque faltava muito pouco para que chegasse o dia do nascimento de Jesus.

E por isso, até hoje acendemos 4 velas na coroa do Advento. Para recordar os 4 ANJOS que nos avisaram da chegada do Filho de Deus.

( história distribuida pelo G.A.T.O. por ocasião das festas natalinas)



dobraduras de natal





bingo com os simbolos do natal

Bingo de natal






pedras para sorteio
Grandes( uma cópia por folha)


pedras para sorteio
Pequenas( 2 cópias em uma folha)


eu que fiz com muito amor...as crianças adoram...
beijos ...
Tia lú.

perguntas sobre o advento