sábado, 3 de julho de 2010

OS PROBLEMAS DA INDISCIPLINA?


A. As crianças inquietas

Período breve de atenção

→ Quando o professor dá uma aula e não permite que eles participem

→ Ficar sentadas por muito tempo sem alguma atividade em pé


 

SUGESTÃO:
Supere isto com participações como cânticos, brincadeiras de visão, atividades, enquanto repetem o versículo para decorar.


 

B. As crianças egocêntricas

→ Querem ser o centro das atenções

→ Não pensam nos sentimentos dos demais


 

SUGESTÃO: Supere isto com conselhos pessoais e muita oração. Cristo deve ser preeminente na vida, não o '"eu". O amor pensa nos outros.


 

C. As crianças desenfreadas

→ Fazem o que querem em casa

→ Impacientes, rude, irados, ciumentos.


 

SUGESTÃO: Supere isso com o ensino da palavra por preceitos e exemplo. Dê formas específicas em que as crianças possam ser amáveis. Dê exemplos de personagens bíblicos que pensavam antes de agir.


 

D. As crianças maliciosas

→ Situações difíceis em casa (por exemplo: divórcio, pais negligentes, abuso, doenças mentais)

→ Má escolha de amizades

→ Violência vista na televisão

→ Falta de modelos apropriados

→ Uso de drogas e álcool

SUGESTÃO: Supere isto ao ensinar e viver o amor de Cristo. Ore constantemente por esta criança, ela necessita da ajuda de Deus. Confie que o Senhor fará que a palavra de Deus toque seu coração e tenha vitória.


 


→ Uma sala desordenada leva as crianças a serem desordenados

→ Pouca luz ou muito brilhante: sente as crianças de costas para a janela

→ Sala muito fria ou muito quente

→ Cadeiras de tamanho inadequado

→ Remova as distorções antes da aula

→ Recolha os brinquedos que as crianças tenham trazido

→ Diminua as interrupções: faça a chamada e atividades de registro logo no início da aula.


 


→ Mal preparado

→ Falta de organização

  1. Faça um esboço da aula, pratique-a em voz alta.
  2. Planeje um horário para seu tempo de ensino
  3. Decida como ensinar o versículo
  4. Organize os visuais e ponha-os na ordem em que vai usá-los

→ Fracasso em conseguir a atenção das crianças antes de começar

→ Falta de autoridade

  1. Imponha autoridade por sua atitude e exemplo
  2. Não seja autoritário nem permissivo

→ Linguagem pobre

  1. A mudança do tom, ritmo e volume ajudará a manter a atenção
  2. Não fale muito abaixo do nível dos seus alunos, nem use vocabulário que não possam entender.

→ Uma má atitude


 

COMO POSSO PREVENIR QUE ESTES PROBLEMAS ACONTEÇAM?

A disciplina não depende de ter um grupo de alunos com bons modos, senão de ter um professor que combate os problemas antes que surjam

DESCUBRA SEUS ALUNOS

  • Veja a criança como indivíduo
  • Conheça as características básicas da idade das crianças com que trabalha
  • Compreenda que as crianças diferem em necessidades e respostas
  • Conheça o que há por trás de cada criança, seus interesses, ambições, dificuldades, nível de maturidade.


 

INTERCEDA POR ELES

SAIBA DISCIPLINAR

  • Dê instruções claras
  • Diminua suas exigências: duas regras são suficientes:
    • "Não fale sem levantar a mão e espere ser chamado".
    • "Peça autorização ao professor antes de se levantar da cadeira".


 

CORRIJA

INVESTIGUE

  • Você está crescendo como cristão?
  • Você está agindo como um exemplo que as crianças devem seguir?


 

PLANEJE SUA LIÇÃO

LHE MOSTRE AMOR

  • Aceite a criança do jeito que ela é; olhe além da superfície.
  • Dê a criança uma palavra de estímulo
  • Ouça o que diz e como diz.


 

INTRODUZA-OS NAS ATIVIDADES

NUNCA PERCA O CONTROLE

  • Você não ganhará o controle da classe perdendo seu auto-controle.
  • O professor precisa estar calmo, cheio do Espírito, controlado pelo Espírito.
  • Deus nos adverte quanto a ira (Pv. 14:17,29; 15:1, 18)


 

ASSEGURE-LHES A SALVAÇÃO

  • Leve-os a Cristo.
  • Ensine-lhes a palavra para que possam crescer.


 

OUTROS LEMBRETES IMPORTANTES

  • Seja coerente: Faça o que diz.
  • Não se desculpe por inabilidades ( por exemplo: baixa auto-estima, falta de ajudas visuais).
  • Evite a correção verbal constante: "Calem-se". .. "Sentem-se quietos!".
  • Use uma forma positiva:

    "Por favor, andem sem fazer barulho... " em vez de

    "Não corram!"

    "Obrigado por levantar a mão.. "

    • Evite o abuso físico (por exemplo: bater, esbofetear).
    • Passe por alto algumas coisas (por exemplo: coisas que não estejam distraindo outras crianças).
    • Procure melhorar, não há perfeição.
    • Faça que a punição esteja de acordo com a ofensa.
    • Elogie as crianças livremente.

Deixe que se divirtam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário