segunda-feira, 19 de abril de 2010

As duas casas


As duas casas
Oração
Querido Deus, abençoa este encontro e todos que aqui estão. Abençoa esta semana que se inicia e a todos a quem amamos. Amém!


História
Certo dia, Jesus contou uma estória sobre duas casas bem bonitinhas, muito parecidas, construídas na beira do mar.
De longe ninguém percebia; nem de perto era fácil perceber a diferença entre as casas...
A diferença entre essas duas casas é que uma foi construída sobre uma rocha, uma pedra firme, bem segura... A outra foi feita na areia bem macia e fofa.
Duas casinhas tão bonitas, na beira do mar...

Um dia, veio uma chuva muito forte; um temporal... Com muitos raios, trovões. Caiu muita água...
Mas logo, o vento começou a acalmar, a chuva foi diminuindo, e o céu foi clareando novamente.
Mas, e as casas? Vejam só! Uma caiu, e a outra ficou firme. Qual será que foi levada para o mar?
A casa construída na pedra não caiu.
Mas a que estava na areia... no primeiro ventinho, se partiu!
Jesus contou esta estória. Sabem o que ele queria dizer com esta estória?
Que assim acontece com a gente também. Quem escuta a boa notícia que é o Reino de Deus, mas não muda sua vida, não faz a vida mudar, é como aquele que constrói a casa na areia, uma casa que cai fácil; é uma pessoa sem juízo...
Mas quem constrói a vida em uma rocha firme, que é Deus, agüenta firme os problemas, tem força para lutar, continuar... Quem tem Deus como fundamento é como aquele que construiu a casa sobre a rocha: é sábio!


Oração final
Querido Deus, dá-nos sabedoria para sermos como o homem que construiu a casa sobre a rocha. Pedimos também que sejas o fundamento de nossas vidas, amparando-nos para não cairmos por causa de qualquer ventinho. Amém!


Sugestão de atividade:


1. Faça uma colagem com areia, palitos e papel crepom, representando o cenário da estória (a beira mar e as casas).
2. Onde foram construídas as casas?
3. O que aconteceu com cada casa?
4. Qual foi a comparação que Jesus fez entre os construtores das casas e as pessoas?
Fonte:www.luteranos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário